Artistas Internacionais,  Cinema,  Entrevistas,  Séries,  TV

Viola Davis é a Capa da The Hollywood Reporter

A edição de dezembro da revista Americana “The Hollywood Reporter” trás ninguém menos que Viola Davis na capa! a edição é especial sobre Mulheres no Entretenimento e a atriz fala da sua visão sobre os EUA, fama, carreira e declara “Minha palavra para esse ano é legado!”

Sobre seu país residente ela diz

“ Vejo os Estados Unidos como um tio que sempre te deu muito doce, te trata com respeito e carinho e que você ama mais do que tudo, porém tem um histórico de assassinato! Eu acho que isso é difícil de reconciliar, a bagunça com o amor”

Mais conhecida por seu papel em “How to get away with murder”, a atriz de 53 anos conversou sobre sua visão em alguns aspectos da vida :

“Eu quero ser o canal da mudança! eu quero ser quem dá trabalhos, eu quero ser a pessoa que da oportunidade para novos artistas,vindos da periferia desse negócio e podendo dividir sua imaginação e ideias e trazer uma visão diferente do mundo para Hollywood.”

Ela também afirma que alguns de seus melhores momentos na carreira foi quando teve a oportunidade de trabalhar com pessoas que já estavam no ramo bem antes dela, como Gloria Foster, Barbara Meek e Cicely Tyson :

“ Elas sentaram comigo e me deram concelhos ótimos, que me fizeram acordar e eu os carrego comigo por toda a minha carreira. Alguns desses momentos me ensinaram para a vida”.

Recentemente Viola admitiu ter se arrependido em seu papel no filme “The Help” , e usou da entrevista para falar de sua frustração em alguns aspectos da vida de atriz :

“ Eu tinha o Oscar, eu tenho dois Tonys, eu tenho um Emmy, uma casa grande e mesmo assim não me sentia realizada! Ai percebi que era porque eu não estava vivendo pela significação e legado. E isso é importante e me assombra um pouco: Eu finalmente estou admitindo a mim mesma que muitos dos trabalhos que aceitei no passado, porque eu sabia que eles iriam levar minha carreira a diante, foram coisas das quais eu não me orgulho! Eles colocaram dinheiro na minha conta, aumentaram meu status, mas me mantiveram acorda de noite.” 

A carreira da atriz, que acumula prêmios renomados em Teatro, TV e cinema , nunca esteve melhor: Ela esta nomeada para dois Emmys ( premiação que a consagrou como a primeira mulher negra a ganhar o prêmio de protagonista em série de Drama em 2015 em seu papel em “How to Get Away With Murder, da ABC)  e está sendo quotada para o Oscar por seu trabalho no filme “Widows”. Ativamente envolvida em trabalhos que vão além do seu potencial na dramaturgia, ela também fala da importância de ver com mais detalhes os movimentos sobre assedio sexual,não só em Hollywood, mas na sociedade como um todo.

“ Precisamos saber quais são as necessidades daquelas que sofreram abuso sexual. Daquela menina em Lawndale, Chicago; Daquela em Madison, Mississipi, Washington DC ou no meio de LA, assim como daquelas atrizes que foram assediadas por grande executivos em Hollywood.”

Ainda durante a conversa para sua entrevista na THR, Davis afirmou :

“Eu acredito que nós trazemos mudança ao sermos autênticos. Realmente compartilhando nossas histórias e as aceitando, porque isso dá as pessoas permissão para fazer o mesmo! Meu maior desafio atualmente é honrar minha autenticidade, honrar essa voz dentro de mim! Escutar isso e não simplesmente acompanhar a massa só para fazer parte ! E é pelo processo das pessoas compartilhando suas histórias e tendo coragem para fazer isso, que trás as pessoas da escuridão! É isso que causa a mudança!”

Para ver a entrevista original em inglês e na integra, acesse o Hollywood Reporter.

Formada em Rádio, TV e Internet, apaixonada por música e cultura pop e comunicadora por natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *